01/09/2019

 

Pelo segundo ano consecutivo a ARCO organizou a Oficina Jurado Jovem e o Campeonato Cabanheiro do Futuro, eventos destinados aos jovens e às crianças.

Na quinta-feira (29) às 14h a pista 10 recebeu cerca de 30 estudantes que receberam orientações sobre as raças presentes na Expointer, as características e aptidões de cada uma e o que um jurado deve avaliar. A oficina foi conduzida pelo presidente da entidade, Edemundo Gressler e todos os participantes receberam apostilas e certificados.

A superintendente suplente do Serviço de Registro Genealógico SRGO da ARCO, Magali Moura falou um pouco sobre o regulamento de exposições e sobre o colégio de jurados. A oficina não forma os jurados esclarece Magali, “ela tem por objetivo despertar o interesse pelos ovinos e quem sabe estes jovens poderão futuramente poderão atuar nas pistas de julgamentos e fazerem parte do colégio de jurados das raças” conclui.

Tradicionalmente realizado pela Brastexel o Campeonato Cabanheiro do Futuro, desde o ano passado a ARCO passou a organizar o que foi apelidado de momento “fofo” da Expointer quando as crianças entram em pista puxando suas ovelhas para avaliação do jurado. 

Gressler diz que não é uma competição, “apesar do nome campeonato o que queremos é despertar o amor pela ovelha, pelo trabalho na cabanha e pela participação nas feiras”, afirma ele lembrando que este ano houve um empate técnico entre todos os participantes.

Participaram:

- Helena Coletti Teixeira – 3 anos

- Maria Francisca Guimarães da Trindade – 3 anos

- Francisco Mendonça Chiodelli – 4 anos

- Maria Fernanda Ceruti Fiorenzano – 5 anos

- Manoela Dall’Igna Rodrigues – 10 anos

- Santiago Bol – 7 anos

31/08/2019

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A Associação Brasileira de Criadores de Ovinos – ARCO concedeu mais uma vez o Troféu Ovelheiro que foi entregue durante a Noite dos Destaques da Ovinocultura na 42ª Expointer.

Este ano os homenageados foram a senhora Regina Krubniki de Mattos, proprietária da Suffolk Planalto de Piraí do Sul (PR) e o senhor Luis Carlos Cassal de Albuquerque, criador de ovinos da raça Corriedale em Jaguarão (RS) e ex-Inspetor Técnico da ARCO.

Este ano a diretoria da entidade passou a homenagear pessoas também de fora do estado utilizando ainda os critérios de trabalho, dedicação e auxílio ao desenvolvimento da ovinocultura.

Regina Krubniki junto com o marido, senhor Eurides, selecionam ovinos da raça Suffolk há 45 anos na cabanha Suffolk Planalto. Segundo ela receber o Troféu Ovelheiro é motivo de grande alegria e emoção, é o reconhecimento de todos os anos de trabalho dentro da fazenda. “Sempre estive junto auxiliando no partos, alimentando, lavando e cuidando das ovelhas de nossa cabanha” diz ela agradecendo emocionada pela homenagem.

Luis Carlos de Albuquerque atuou por quase 40 anos como Inspetor Técnico da ARCO, dividiu seus conhecimentos com muitos técnicos que atuam hoje na seleção de ovinos no RS. Em seu discurso lembrou do tempo em que recebia seus estagiários na fazenda, do Fusca azul que usava para chegar até às cabanas e da importância do trabalho responsável do técnico na seleção dos rebanhos ovinos. Seu pronunciamento foi um momento de especial emoção durante a cerimônia.

O presidente da ARCO, Edemundo Gressler, convidou todos os técnicos presentes para juntos entregarem o troféu e colocarem a faixa de Grande Campeão no homenageado.

ARCO na Expointer 2019 tem a parceria de SUPRA, SENAR RS, SICREDI e Batalha Vinhas e Vinhos. 

26/08/2019

Veja as fotos em nossa página no Facebook

Grande Campeã Romney Marsh

Rincão da Querência 85 – Box 91

Ramiro Silveira

Cabanha Rincão da Querência – Arroio Grande (RS)

 

Grande Campeão Romney Marsh

Minuano VB 35 – Box 102

Vinicio Bastos e Celmis Bastos

Cabanha Minuano – Júlio de Castilho (RS)

 

Grande Campeã Texel

Gran Reserva PI-UK TE 481 – Box 212

Ribemar Empreendimentos Agropecuário S/A

Maringá (PR)

 

Grande Campeã Suffolk

Do Contestado IA 648A – Box 507

Bruno Garcia Moreira

Cabanha Leone

Platina (SP)

 

Grande Campeã Karakul

São Jorge 31 – Box 550

Nilson Paulo Michel Missel

Cabanha São Jorge 

Cidreira (RS)

 

Grande Campeão Karakul

São Jorge 17 – Box 552

Nilson Paulo Michel Missel

Cabanha São Jorge 

Cidreira (RS)

 

Grande Campeã Dorper

COM JANA IA 393 – Box 621

Pedro Rocha de Abreu Filho

Cabanha Chácara Pedro Véio/Cabanha Poncho Molhado

Mandirituba (PR)

 

Grande Campeão Dorper

ARAI ZUMBI 1599 – Box 646

Pedro Rocha de Abreu Filho

Cabanha Chácara Pedro Véio/Cabanha Poncho Molhado

Mandirituba (PR)

 

Grande Campeã White Dorper

CGM Carambola 236 – Box 236

Filipe Gomes de Macedo e Thiago Gomes de Macedo

Cabanha GM

Mandaguapari (PR)

 

Grande Campeão White Dorper

Leone IA 135 – Box 683

Bruno Garcia Moreira

Cabanha Leone

Platina (SP)

 

Campeã Corriedale Naturalmente Colorida – NCC

JSF do Espinilho NC 372 – Box 697

Joaquim Soares Neto 

Cabanha do Espinilho

Bagé (RS)

 

Campeão Corriedale Naturalmente Colorido – NCC

JSF do Espinilho NC 353 – Box 709

Joaquim Soares Neto 

Cabanha do Espinilho

Bagé (RS)

 

Campeã Corriedale Naturalmente Colorida – NCB

Don Leonardo NC 83 – Box 714

Oscar Francisco Silveira Collares

Cabanha Estância São Leonardo

Bagé (RS)

 

Campeã Romney Marsh – Naturalmente Colorida - NCC

Horizonte NC 40 – Box 715

Frederico Pedroso

Cabanha Horizonte

Cachoeira do Sul (RS)

 

Campeão Romney Marsh – Naturalmente Colorido - NCC

Horizonte NC 44 – Box 717

Frederico Pedroso 

Cabanha Horizonte

Cachoeira do Sul (RS)

 

Campeã Texel – Naturalmente Colorida - NCC

Da Criuva NC 24 – Box 722

Amanda e Aline Carlos Gomes

Cabanha Criuva

Santo Antônio da Patrulha (RS)

 

Campeão Texel Naturalmente Colorido – NCC

Don Enick NC 49 – Box 757

Marcelo Martins Machado

Fazenda Malhada

Cachoeira do Sul (RS)

 

Campeã Texel Naturalmente Colorida – NCB

JM da Divisa NC 47 – Box 761

Janette Terezinha, Raquel e Ramiro Cerutti de OIiveira

Cabanha da Divisa

Cruz Alta (RS)

Campeão Texel Naturalmente Colorido – NCB

Da Criuva NC 45 – Box 764

Amanda e Aline Carlos Gomes

Cabanha Criuva

Santo Antônio da Patrulha (RS)

 

Campeã Ile de France Naturalmente Colorida NCC

JM da Divisa NC 33 – Box 773

Janette Terezinha, Raquel e Ramiro Cerutti de OIiveira

Cabanha da Divisa

Cruz Alta (RS)

 

Campeão Ile de France Naturalmente Colorido NCC

JM da Divisa NC 36 – Box 782

Janette Terezinha, Raquel e Ramiro Cerutti de OIiveira

Cabanha da Divisa

Cruz Alta (RS)

 

31/08/2019

Há 12 anos presente na Expointer a Vitrine da Carne Gaúcha é um espaço de valorização da carne produzida no Rio Grande do Sul e que demonstra a qualidade do trabalho desenvolvido por todos os envolvidos na cadeia produtiva.

Para a carne ovina a vitrine é uma oportunidade importantíssima por vários fatores. Entre eles a desmistificação em torno do sabor da carne, a utilização de corte apenas para assado ou churrasco e a falta de hábito de consumir carne ovina. Nesse sentido ARCO – Associação Brasileira de Criadores de Ovinos, Embrapa Pecuária Sul através da pesquisadora Élen Nalério, associações promocionais de raça, frigoríficos e produtores se reuniram para trabalhar na vitrine estes temas.

Ressaltando a qualidade das carcaças o açougueiro Marcelo Bolinha apresentou uma infinidade de cortes porcionados e que proporcionam o aproveitamento total da carcaça. Segundo ele há pouco tempo só se consumia paleta, costela e pernil e tudo em grandes pedaços, “hoje tanto os restaurantes como as famílias pedem por porções menores e cortes fracionados que facilitam o preparo”.

Ao lado da desossa, no comando da cozinha da vitrine o chef Bruno Ivanoff preparou receitas incríveis, simples e saborosas que só realçaram a qualidade da carne ovina produzida nos campos do sul do Brasil. Seguindo a linha do “menos é mais” Ivanoff conquistou o paladar de pessoas que nunca haviam provado carne ovina e até daquelas que já provaram mas não tiveram experiências positivas quando comeram.

A pesquisadora de Embrapa, Élen explica que essa experiência negativa pode ter várias causas, entre elas o abate clandestino e a falta de cuidado na hora do abate, o abate de animais velhos ou de descarte e, também, erros na manipulação da carne na hora da desossa e embalagem. A pesquisadora frisa que uma carne que obedece todos os preceitos de bem estar animal, que passa por frigoríficos com abate inspecionado nunca vai apresentar mau odor ou ocasionar problemas de saúde. “Temos um índice muito alto de abates clandestinos ainda que chega a 85% em nosso estado” diz Élen.

O desafio de conquistar novos consumidores e de “converter” aqueles que não gostavam da carne ovina foi alcançado com extremo sucesso. A assessora de comunicação da ARCO, Lorena Garcia, que auxiliou na condução das apresentações afirma que a carne de cordeiro tem um mercado enorme a ser conquistado e a proteína pode estar presente na dieta diária das famílias nas mais diversas apresentações. “Na vitrine degustamos bifes à milanesa, ragu, costela, carré, stinco, matambre, tudo preparado em fogão com acompanhamentos simples ou mais sofisticados que só realçaram o sabor suave da carne de cordeiro” diz a assessora.

 

19/08/2019

O Parque de Exposições de Salvador (BA) foi o palco da Expo Rural que ocorreu entre os dias 14 e 18 de agosto e contou com a participação de 255 ovinos da raça Santa Inês  e 66 da raça Dorper em julgamento. A feira é realizada pela Associação de Criadores de Caprinos e Ovinos da Bahia (ACCOBA).

Os jurados foram Domingos Ribeiro (Piaui) Edmilson Lucio (Paraíba) e Joselito Barbosa (Bahia), que da raça Santa Inês, apontaram como campeões:

Campeã Ovino do Futuro - Africano Margarida 1850, expositor Almir Lins Rocha Jr, Fazenda Soledade, Entre Rios, BA

Campeão Ovino do Futuro - Liba Livro 485, expositor Liberato de Moura, Baixa Grande, BA

Grande Campeã e Campeã Ovino Jovem - Porteira Azul Celine 754, expositor Pedro Irujo, Rebanho Irujo, Cabaceiras do Paraguaçu, BA

Grande Campeão e Campeão Ovino Adulto - Africano Extraordinário 1017, expositor Almir Lins Rocha Junior, Fazenda Soledade, Entre Rios, BA.