28/10/2020

A diretoria da ARCO espichou o prazo para comunicados sem multas até o final do ano.

Como o cenário econômico em geral ainda não mudou muito a entidade resolveu manter a isenção até o dia 31 de dezembro de 2020.

"Entendemos que é uma iniciativa muito importante para nós, como entidade e para os criadores, nossos associados, para mantermos um arquivo zootécnico eficiente e atualizado sobre os rebanhos registrados" diz o presidente da ARCO, Edemundo Gressler.