28/07/2020

 

A Associação Brasileira de Criadores de Ovinos – ARCO realizou na manhã dessa segunda-feira (27), de forma virtual, a sua Assembleia Geral Ordinária (AGO) para a prestação de contas e apresentação dos relatórios contábil e de gestão do ano de 2019.

A AGO que normalmente ocorre no mês de março, este ano, com base na Medida Provisória nº 931/2020 e pelos Decretos de Calamidade Pública em função da pandemia de Covid-19 foi transferida para o mês julho.

Através da plataforma Cisco-WebEx os associados puderam participar da AGO, conhecerem e aprovarem os números e o trabalho realizado pela direção da entidade durante o ano de 2019. “Nos adaptamos ao chamado novo normal e realizamos nossa reunião, o que nos permitiu falar para associados de todo o Brasil”, diz o presidente da ARCO, Edemundo Gressler.

Além da apresentação dos balanços e do resultado positivo alcançado em 2019, foi apresentado no relatório de gestão os números do Registro Genealógico, o aumento no número de novos associados, os eventos, exposições e reuniões que a ARCO homologa e participa em todo o Brasil, como capacitação para Inspetores Técnicos, encontros com dirigentes de associações promocionais de raça e das entidades estaduais.

Em sua fala inicial o presidente falou das principais ações da diretoria da entidade como o congelamento da Manutenção do Arquivo Zootécnico (MAS) e da tabela de emolumentos, do aumento no limite de rebanho para a categoria de sócio incentivo no sentido de estimular e fomentar a produção e o registro de animais. Ressaltou também o estímulo aos comunicados e serviços online que propicia além de agilidade e rapidez, um desconto de 9,09% em todos os serviços realizados desta forma, “a ARCO tem feito importantes investimentos no setor de TI para poder atender de forma ágil, rápida e eficiente todos os associados” ressalta Gressler.

A ARCO, que completou em janeiro deste ano, 78 anos de fundação, tem 1.925 associados ativos em todo o território nacional. Conta com uma equipe de 14 colaboradores e tem o apoio de 105 Inspetores Técnicos para auxiliar na seleção dos rebanhos dos ovinos no Brasil.