29/01/2020

Em um ano, o volume de abates de ovinos em Mato Grosso do Sul cresceu 26,68%, saindo de 61,4 toneladas em 2018 para 77,4 mil toneladas em 2019. Considerando a quantidade por cabeça, o aumento do número de abates chegou a 19,69%, passando de 3,9 mil para 4,7 mil animais. Os dados, divulgados pela SFA/MS (Superintendência Federal de Agricultura) são tema do Mercado Agropecuário desta segunda-feira (27).

O analista técnico do Sistema Famasul, Juliano Bastos, afirma que, apesar de uma leve redução no número do rebanho – que foi de 5,32%, segundo o último censo do IBGE – o aumento do número de abates é bastante representativo para o setor no estado. "Os dados evidenciam que ainda tivemos uma movimentação muito positiva em relação à comercialização da carne ovina, mostrando ser um produto com potencial produtivo e comercial a ser cada vez mais explorado pelo produtor sul-mato-grossense", analisa.

No programa de Assistência Técnica e Gerencial em Ovinocultura do Senar/MS, os produtores rurais comercializaram 4,1 mil animais, com total de 174 toneladas da proteína, representando um valor de R$ 1,4 milhões.

Fonte: Redação - Enfoque MS